Peter falando sobre espinhas

Categories Uncategorized

Eai pessoal, hoje gostaria de tratar de um assunto que alguns de vocês certamente conhecem: espinhas. Pois bem, elas começam na adolescência, na famosa puberdade e depois de algum tempo com elas acontecem coisas interessantes nas nossas vidas de adolescente. Na verdade, a adolescência é um momento difícil na vida de qualquer pessoa, ainda mais se essa pessoa estuda na escola que eu estudei e possuía os colegas que eu tinha.

Bom, por que isso, você deve estar se perguntando. A verdade é que cravos e espinhas (acne no geral) sempre foram um tema recorrente na minha vida. Isso mesmo, Peter teve bastante espinhas na adolescência. E o pior de tudo é que nesse período onde qualquer um quer se afirmar como pessoa, o bullying é uma das ferramentas mais eficientes para tal fim. Muitos garotos nessa idade acreditam que diminuindo uma pessoa você se torna maior.

espinha no canto da boca

Realmente não foi algo muito fácil de lidar pela minha parte. Mas, com o tempo, eu consegui melhorar o aspecto da minha pele e percebi que aqueles que estavam tentando me diminuir pelas minhas espinhas eram os que precisavam de mais ajuda. Complicado, mas é verdade.

Durante muito tempo, convivi com a acne na minha face não fazendo nada para ela sair, continuava vivendo a minha vida da mesma forma que vivi antes de ela aparecer. Muitos diziam para mim o que eu devia fazer para que ela acabasse, mas, no fundo, tudo o que eu queria era acordar um dia e ver que ela havia desaparecido magicamente. Meio cômico e meio triste ao mesmo tempo, mas é verdade. E pode ser que não seja uma coisa apenas minha, essa sensação de não fazer nada contra algo que você odeia em você e esperar um milagre.

Continuando sobre as espinhas e os cravos: eles tinham que parar. Passei a escola inteira com elas na minha cara e foi só depois que eu entrei na faculdade que eu percebi que elas deveriam parar. Então, comecei a procurar dermatologistas e cremes e remédios e técnicas e segredos e tudo mais que estava à minha disposição. Encontrei artigos na internet muito bons sobre como se livrar das espinhas. Se você estiver curioso, clique aqui para ver o melhor artigo que eu encontrei sobre o assunto.

Hoje, posso dizer que a acne já não é mais um problema na minha vida. Acabou. E gostaria de ajudar qualquer um que eu puder sobre isso. Portanto, aqui está um vídeo que eu imagino que seja bom para você que está interessado nesse assunto.

Segunda postagem

Categories Uncategorized

Bom dia meus queridos. Hoje eu, Paul, estou postando aqui só para manter vocês atualizados de que o nosso site ainda está funcionando e, agora que o Peter está voltando de viagem, mais posts estão vindo para vocês. Começamos a discutir algumas possibilidades de artigo e prometemos que vocês verão mais curiosidades sobre espinhas e outras coisas que achamos que talvez não sejam muito apropriadas para o site, mas que nós estamos muito engajados. Gostaríamos de dizer também que se vocês se interessaram pelo nosso último post, comentem nele, ou pelo menos nos mandem um simples oi no Youtube para que possamos ter o famoso feedback e para conseguirmos guiar este blog, site, ou nada para um caminho que vocês gostariam de ver. Afinal de contas, pessoal, isso é para vocês. Portanto, a colaboração de vocês é algo essencial para o nosso próprio crescimento e para que vocês também tenham alguma outra atividade de diversão, além da televisão, dos livros e da internet.

Além disso, gostaria de comentar como foram as minhas férias. Na verdade.não fiz muita coisa produtiva. Consegui mais ou menos uma semana de férias onde eu planejei viajar para algum país distante e ficar parado vendo o mar e relaxando em uma cadeira de praia. Sobre o último post – Descubra como acabar com o mau hálito – alguma opinião relevante, pois ninguém falou nada e estou em dúvida se vocês gostaram. Enfim, a minha ideia inicial havia sido ir para a Indonésia, mas, para ser franco, a passagem estava muito cara e eu estava com muitas espinhas e cravos na minha cara. E isso é algo que eu realmente não gosto, por isso vou mandar para vocês em um próximo post uma das melhores maneiras que eu descobri sobre como acabar com essas malditas, sem remédios, apenas modificando a sua rotina.

Peter, por outro lado, gosta muito de estar em casa com a família, ou seja, as minhas férias e as dele foram iguais. com uma exceção: ele gostou das dele, mas eu não gostei das minhas.

Eu disse que nós éramos engraçados certo? Menti, menti feio para vocês. Sinto muito pessoal, mas esse é o post que eu tinha na cabeça para hoje e apenas o escrevi. Estou me despedindo agora. Tchau.

Descubra como acabar com o mau halito

Categories Uncategorized

Bom dia, bem vindo ao nosso blog. Meu nome é Paul e estou escrevendo o primeiro post do nosso site. Além de mim, o outro autor dos posts é o Peter. Gostamos de tratar de assuntos que achamos que vocês, nossos leitores, provavelmente venham a gostar. Então, hoje eu vou tratar sobre o mau hálito.

Primeiramente, gostamos muito de vocês aqui e por favor deixem as suas perguntas e respostas nos comentários para podermos criar uma comunidade. Então, agora sim, começaremos a falar sobre o nosso tema: halitose!

Muitos de vocês podem não saber, pois esse é o meu primeiro post, mas eu já sofri de mau hálito. Na verdade, sofri com isso até bem recentemente. Descobri que eu possuía o famoso “bafo” há mais ou menos um ano atrás, e provavelmente eu o tinha há bem mais tempo. Arrisco dizer que desde o colégio eu carregava este fardo imundo e mal cheiroso.

o que causa a halitose

Como eu descobri que estava com mau hálito? É uma história engraçada que vou deixar para contar num post no futuro, mas podem ter certeza que quem me contou foi o Peter. Basicamente, estávamos eu e ele fazendo uma das nossas costumeiras caminhadas para conversar e trocarmos ideias sobre o que deveríamos a fazer quanto a este site, quando ele abriu o jogo para mim e disse que, para começarmos a trabalhar sério, eu deveria ver um especialista de halitose e cáseos amigdalianos. Eu fiquei um pouco chocado no início, mas tive que concordar, afinal de contas, este blog com ele sempre foi o meu sonho.

Então, depois que Peter abriu o jogo comigo, eu comecei a pesquisar o que causa o mau hálito e por que algumas pessoas o tem e outras não. Descubra você, a partir deste site, Como Acabar com o Mau hálito. A internet é realmente uma ferramenta fabulosa, pois eu consegui em menos de 1 semana entender o que se passava no meu corpo e, também, as possíveis causas do meu “bafo”. Então, depois de ter pesquisado um pouco, comecei a frequentar os especialistas da minha cidade para que eles pudessem confirmar o que eu já havia estudado e me receitar algo para mudar de vez essa minha história.

Foi assim que eu consegui acabar com o mau hálito na minha vida, espero que eu tenha ajudado vocês. Abraço pessoal!